Total de visualizações de página

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

CORREDORES FIQUEM ATENTOS: DIA 8 DE FEVEREIRO COMEÇA O CIRCUITO BARBACENA DE CORRIDAS DE RUA


A Corrida Professora Zinha Mazzoni, promovida pelo jornal Expresso com apoio do Projeto Esporte e Cidadania/ Ronda Escolar GMB terá a participação de jovens, adultos e crianças a partir dos 6 anos.

 

Atenção, atenção, atletas e pais ou responsáveis por crianças com idade entre 06 e 15 anos! Já podem começar a se preparar que já está quase tudo pronto para a realização da 8ª edição da Corrida Início Professora Zinha Mazzoni.  A competição que será realizada na manhã do domingo, dia 08, marca a abertura do Circuito de Corridas de Rua de Barbacena, que é organizado pela Associação dos Corredores de Rua de Barbacena (ASCORB), com o apoio do Jornal Expresso, das  rádios Globo/Barbacena AM e Sucesso FM e do site Barbacenaonline.

Mais uma vez, o evento esportivo que é promovido através da parceria formalizada entre o Jornal Expresso e o programa social  “Esporte e Cidadania” da Ronda Escolar da Guarda Municipal de Barbacena, contará com a realização de provas para atletas jovens adultos.  Além da corrida de rua de 10km, serão realizadas provas curtas de 100 metros para crianças.  As inscrições dos atletas adultos, no valor de R$10,00 (dez reais) serão realizadas no dia e no local da prova, em frente à sede do Jornal Expresso na rua Bahia, no bairro São Sebastião, a partir das 8 horas. Crianças deverão estar acompanhadas dos pais ou responsáveis e não pagam inscrição.

O início da corrida de 10km está programada para as 9 horas e das provas infantis a partir das 9h30. Todos os atletas participantes receberão medalhas e os três primeiros colocados nos 10km, entre homens e mulheres receberão troféus.  Para outras informações, foi disponibilizado as contas no Facebook, “Corrida de Rua Barbacena” e “Diego Cobucci”.  Segundo o Diretor do Expresso, Diego Cobucci, toda a renda do evento será revertida para o “Projeto Esporte e Cidadania” da Ronda Escolar da Guarda Municipal de Barbacena, programa social criado com o propósito de trabalhar e desenvolver aspectos como espírito em equipe,  responsabilidade cidadã, disciplina, ética,  moral e o patriotismo, com crianças e adolescentes.  “Estamos cobrando a inscrição porque sabemos a importância que esse programa social e esportivo representa para todas as crianças atendidas e temos a certeza que todos os atletas também se sentirão satisfeitos por estarem colaborando com essa bela iniciativa dos agentes da Guarda Municipal”.

O “Projeto Esporte e Cidadania”, desenvolvido através do programa Ronda Escolar da Guarda Municipal de Barbacena, que iniciou suas atividades em junho de 2013, atualmente atende cerca de 70 crianças e adolescentes, de 06 a 15 anos, do bairro Valentim Prenassi e adjacências.  Além de orientações diversificadas de cidadania e da prática esportiva, as crianças e adolescentes que participam do projeto aprendem noções de ordem, entre outras atividades pertinentes ao resgate de valores como respeito e disciplina.

O idealizador e coordenador do “Projeto Esporte e Cidadania”, GM Carlos Dias, disse,  “convidados pelo jornalista Diego Cobucci, participamos, com os meninos do nosso projeto, da corrida Zinha Mazzoni em 2014 e renovamos a parceria com o Jornal Expresso para 2015. Isso para nós é motivo de muita satisfação, pois a participação dos nossos alunos é uma forma de inseri-los em uma nova atividade esportiva e social, o que certamente contribui com nosso propósito de ajudar na formação cidadã dos nossos jovens”.

Para o Coordenador do “Projeto Esporte e Cidadania”, GM Paulo Cesar Peixoto, “acredito que a parceria Jornal Expresso e Projeto Esporte e Cidadania/Ronda escolar GMB há de trazer ganhos futuros à nossa cidade, pois trata- se de união de propostas, que convidam o cidadão, no caso do projeto, crianças e adolescentes, à prática da vida saudável. Fator este, que pode influenciar positivamente para o bem estar da coletividade”.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

SECRETÁRIO DE DEFESA SOCIAL IRÁ RECEBER REPRESENTANTES DO SINDICATO PARA DISCUTIR A INCLUSÃO DOS GUARDAS MUNICIPAIS NO REDS

Guardas municipais realizam paralisação até esta quinta-feira

Categoria vai enviar contraproposta para a prefeitura de Belo Horizonte; guardas realizaram passeata até a porta da PBH e fecharam a avenida Afonso Pena, no sentido Mangabeiras


PUBLICADO EM 21/01/15 - 11h54
Em assembléia geral, na praça da Estação, na manhã desta quarta-feira (21), os guardas municipais de Belo Horizonte, decidiram paralisar as atividades até esta quinta-feira (22) após a prefeitura anunciar, na noite dessa terça-feira (20), que criou um grupo de trabalho para tentar atender às reivindicações da categoria, inclusive a de porte de arma. Os servidores irão, também, enviar uma contraproposta para a administração municipal.
Os membros da Guarda Municipal analisaram a proposta apresentada pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) mas acreditam não estarem sendo atendidos. Eles irão pedir à PBH que as mudanças para a categoria entrem em vigor em até três meses e não em seis como dito anteriormente.
Durante a assembleia, os servidores foram informados que o secretário estadual de Defesa Social, Bernardo Santana, irá receber representantes do sindicato nesta quinta-feira (22) para discutir a inclusão dos guardas municipais no Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), ferramenta utilizada para registrar ocorrências no Sistema Integrado de Defesa Social, uma das reivindicações da categoria.
Cerca de 400 guardas realizaram uma passeata até a porta da PBH, no centro da capital, nesta manhã, ocupando meia faixa de trânsito, no sentido Mangabeiras, segundo a Empresa de Transportes de Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans). Depois, o grupo fechou a avenida Afonso Pena. Uma nova assembleia da categoria está marcada para a manhã desta quinta-feira (22).
Reivindicações
Dentre as exigências, as principais são porte de arma e cumprimento do Estatuto Nacional da Guarda Municipal (Lei Federal 13022/14) e estabelece diretrizes para revisão do Plano de Careira, Cargos e Salários (PCCS) da categoria. A utilização de coletes a prova de bala e a oportunidade de escolher um guarda municipal para ocupar o posto do comando da corporação também estão entre as exigências da categoria.
De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Prefeitura de BH (Sindibel), Israel Arimar, a categoria pede melhores condições de trabalho, uma vez que, segundo os guardas, faltam rádios comunicadores, coletes e até viaturas.
Outra reivindicação da categoria é a inclusão imediata dos guardas municipais no Registro de Eventos de Defesa Social (Reds) para que não seja necessário acionar a Polícia Militar (PM) durante o registro de ocorrências. Atualmente, os guardas municipais, ao verificar uma ocorrência, precisam entrar em contato para a PM e esperar a chegada de uma viatura da corporação. O Reds é uma ferramenta do Sistema Integrado de Defesa Social (Sids) do Estado de Minas Gerais para registro e controle de ocorrências policiais.
Grupo de trabalho
Em resposta às reivindicações da Guarda Municipal, a PBH anunciou nessa terça-feira (20) a criação de um grupo de trabalho para avaliar e propor alterações a serem implementadas na legislação que regulamenta a profissão do Guarda Municipal.
O secretário municipal de Planejamento, Orçamento e Informação, Thiago Grego, e o secretário adjunto de Recursos Humanos, Gleison Souza, entregaram ao presidente do Sindibel, Israel Arimar, um ofício, em oficializam a medida em resposta às reivindicações da categoria.
A equipe de trabalho será formada por membros das Secretarias de Planejamento, Orçamento e Informação, por meio da Secretaria Adjunta de Recursos Humanos, de Segurança Urbana e Patrimonial e com a participação de guardas indicados pela categoria, por intermédio do Sindibel.
Outra demanda da categoria é o porte de arma. A PBH informou que tenta viabilizar convênio com a Polícia Militar para que seja feito curso de treinamento dos guardas para porte de arma. E que, paralelamente, busca apoio de outras instituições militares para a realização do curso.
Outros atos
Na última sexta-feira (16), os guardas municipais fizeram paralisação de 24 horas, um dia após uma confusão generalizada com policiais militares que terminou com uma guarda ferida. Lilian Emiliana de Oliveira, de 28 anos, tinha abordado um militar reformado que estava trabalhando com transporte ilegal na rodoviária de Belo Horizonte. Atingida por uma bala de borracha disparada por um policial militar, ela teve que passar por cirurgia plástica para reconstituir a mandíbula.
A briga culminou em protestos, na noite de quinta-feira (15) e na manhã de sexta, em que a categoria aproveitou para reforçar diversas reivindicações antigas à PBH, como de porte de arma, uso de colete a prova de balas e escolha de membros da corporação para ocupar cargos de comando e comissionados.

BELO HORIZONTE NEGOCIA TREINAMENTO COM A POLÍCIA MILITAR PARA VIABILIZAÇÃO DE PORTE DE ARMAS PARA GUARDAS MUNICIPAIS




Administração municipal informou que caso a situação não seja viável, a administração municipal vai buscar outras instituições militares para o mesmo fim.

A Prefeitura de Belo Horizonte informou, na noite desta terça-feira, que negocia com a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) a realização de treinamento para porte de arma aos Guardas Municipais da capital mineira. A demanda dos agentes voltou a ser discutida depois que uma servidora foi atingida por uma bala de borracha durante uma confusão entre guardas e a PM no Centro. Uma comissão será formada para discutir o plano de carreira da corporação. Nesta quarta-feira, uma assembleia será realizada na Praça da Estação onde serão discutidas as medidas apontadas pela administração municipal. A greve não foi descartada. 


As negociações entre a Guarda Municipal e a PBH voltou a ficar intensa desde a última quinta-feira, quando aconteceu a confusão durante uma ocorrência no Centro de BH. Nessa segunda-feira, guardas municipais e o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Belo Horizonte (Sindibel) encontraram com o secretário de Planejamento da Prefeitura de Belo Horizonte, Thiago Alexsander Costa Grego, e o secretário Adjunto de Recursos Humanos, Gleison Pereira de Souza, para discutir algumas reivindicações. 

A principal delas é sobre o porte de armas. Em nota, enviada nesta terça-feira, a PBH informou que já está “em contínuo esforço para viabilizar, o mais breve possível, convênio com a Polícia Militar de Minas Gerais visando à realização de curso de treinamento para porte de arma”. Caso a situação não seja viável, a administração municipal vai buscar outras instituições militares para o mesmo fim. 

Outro ponto questionado pelos guardas é o plano de carreira. Atualmente, os cargos em comissão e de comando são ocupados por militares reformados, o que desagrada os servidores. A PBH informou que será montado um grupo de trabalho com membros das Secretarias de Planejamento, Orçamento e Informação, por meio da Secretaria Adjunta de Recursos Humanos, de Segurança Urbana e Patrimonial e com a participação de guardas, para discutir mudanças na legislação municipal. 

Conforme a Prefeitura, o grupo deverá concluir seus trabalhos até o final do primeiro semestre deste ano, prazo limite também para que o cargo de comandante passe a ser ocupado por guarda municipal de carreira. 

Assembleia

As medidas apresentadas pela Prefeitura serão levadas para discussão na assembleia dos guardas municipais marcadas para esta quarta-feira às 9h na Praça da Estação. Os servidores não descartaram entrar em greve.

Fonte:em.com.br


segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Cães auxiliando no trabalho da Guarda Municipal

Atuar no auxílio e proteção do cidadão e dos bens públicos. Assim atua a Guarda Municipal, que em Barbacena foi criada por iniciativa do prefeito Toninho Andrada, no seu primeiro mandato à frente do Executivo, através da lei nº 3152, em 12 de abril de 1995. E no desempenho do trabalho, a Guarda de Barbacena ganhou, em 2013, o reforço de um canil, com quatro cães. Ao longo do ano passado, os animais passaram a fazer parte do cotidiano da Corporação, com destaque para o cão Zumbi, atração em vários eventos da Prefeitura.
E a implantação do canil pela Guarda Municipal de Barbacena passou por um trabalho minucioso, que contou cursos de instrutores renomados em todo País, busca por animais com estudo de genética e vindos de canis também reconhecidos nacionalmente, além de parcerias com outros órgãos de segurança, inclusive a Polícia Militar.
Responsável pelo canil da Corporação, o guarda municipal Otaviano explicou o processo de integração do canil a Guarda. “Primeiramente nós tivemos que buscar o conhecimento com pessoas que já trabalhavam na área, para podermos escolher cães com aptidão para o nosso trabalho. Nós fomos fazer um curso de comportamento e obediência com um treinador conceituado, chamado Afonso, que é o treinador oficial do Canil Boiadeiro das cidades de Pedro Leopoldo e Ervália. Depois fizemos outros cursos aqui na Guarda com outra pessoa qualificada, que é o Senhor Pedro Marciano, dono de um canil na cidade de Ouro Branco, sendo o primeiro curso de obediência e proteção e o segundo curso de faro, que nos deu condições de trabalhar um cão para encontrar drogas e explosivos”.
O processo de escolha dos animais também foi explicado pelo GM Otaviano. “Para o trabalho policial nós valorizamos algumas situações. Primeiro é o instinto de caça, que é importantíssimo para o nosso trabalho, depois a gente vê se este cão é seguro, que é um animal que vai se comportar em várias situações como se estivesse no lugar onde ele mora, em seguida vamos ver se ele é um cão sociável, porque ele vai estar em vários lugares, entre várias pessoas e em diversas situações, e outra característica muito importante é a identificação com o cão”.
O comandante da Guarda Municipal de Barbacena, capitão Adilson Domingos, também falou do trabalho desenvolvido com apoio dos cães. “O canil, como nós já vinhamos tratando há algum tempo, tem nos trazido um ganho junto aos nossos trabalhos diários. Nós temos um plantel com quatro cães, que estão sendo treinados, adestrados, para fins específicos e estamos buscando também o condicionamento destes cães para identificação de tóxicos em locais que são de responsabilidade de segurança pública da Guarda Municipal. Em 2015 vamos manter este ritmo de trabalho que tem sido aplicado aqui no canil”.

sábado, 3 de janeiro de 2015

8ª CORRIDA INÍCIO PROFESSORA ZINHA MAZZONI SERÁ REALIZADA NO DIA 08/02/2015

O JORNAL EXPRESSO E O ESPORTE E CIDADANIA/ RONDA ESCOLAR GMB CELEBRAM PARCERIA EM BENEFÍCIO DO PROJETO SOCIAL E ESPORTIVO, QUE ATENDE CERCA DE 70 CRIANÇAS E JOVENS.  


sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

PROGRAMA RONDA ESCOLAR DA GUARDA MUNICIPAL DE BARBACENA APRESENTA BALANÇO DO ANO DE 2014

RONDAS PREVENTIVAS 

O Programa Ronda Escolar da Guarda Municipal realizou em 2014 1.370 visitas preventivas e em apoio às escolas da rede municipal de ensino. As visitas são realizadas por agentes do Ronda Escolar, em uma viatura, seguindo um cronograma pré agendado, e atendendo às chamadas emergenciais das instituições de ensino. 

PALESTRAS

Foram realizadas 27 Palestras Preventivas, abordando os temas: Drogas, Cidadania, Direitos e Deveres, Bullyng e Valorização Feminina. Dentre elas, a convite, 5 em escolas da Rede Estadual de ensino, dentro da programação da “Semana de Educação Para a Vida”, atingindo cerca de 4.900 alunos.

ACOLHIDA DE VISITANTES À SEDE DA GUARDA MUNICIPAL 

1.200 alunos da rede Municipal, Estadual e de escolinhas de futebol visitaram a Sede da corporação, onde conheceram as atividades da Instituição, assistiram a apresentação do Canil e utilizaram o espaço para recreação.

ESPORTE E CIDADANIA

Foram realizadas cerca de 100 Acolhidas com os 70 alunos atendidos pelo Projeto Esporte e Cidadania, desenvolvida na sede da corporação.

Participação com alunos nos Eventos esportivos e Cívico da cidade como: Corrida Zinha Mazzoni, copa Barbacena de Futsal, Troféu Independência de Futsal e Desfile da Semana da Independência. E ainda Interação dos meninos do Projeto, em partidas de futebol com as escolinhas: Futebol Arte, Unisport e Cruzeirinho e também com alunos de Programas educacionais das escolas Alberto Correia e Crispim Bias Fortes.

ORIENTAÇÕES

Os agentes realizaram 104 orientações a alunos, familiares e membros da comunidade escolar, acerca de comportamento escolar adequado, procedimentos a serem adotados nos casos de ato infracional, e abordagens diversas.

ENCAMINHAMENTOS À DELEGACIA DE POLÍCIA E OUTROS

05 casos foram encaminhados à DEPOL, por ato infracional análogo a: dano ao patrimônio público, desacato, ameaça, invasão e agressão. Ainda foram encaminhados 02 casos ao Conselho tutelar e 03 ocorrências alheias ao ambiente escolar, sendo os menores encaminhados às suas respectivas famílias.

AÇÕES CONJUNTAS COM O CANIL/GMB

Destaque também para as ações realizadas em conjunto com o Canil da Guarda Municipal de Barbacena, nas escolas Municipais, Estaduais e nas visitas de alunos à Instituição. A parceria atingiu cerca de 1000 alunos.

PARTICIPAÇÃO, COMO PALESTRANTES, NO FÓRUM NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA, E EM CURSO PARA AGENTES DA PATRULHA ESCOLAR DE CONTAGEM

Entre os dias 22 e 23 de maio, o Ronda Escolar da Guarda Municipal apresentou sua proposta de segurança preventiva escolar, no XIV Fórum Nacional de Segurança Pública Municipal, em Belo Horizonte. O evento que aconteceu na Universidade UNA, contou com a presença de Deputados, Secretária Adjunta de Defesa Social do Estado, Representantes de Prefeituras, GMs de diversos Estados da Federação, Alunos da Universidade, entre outros. E em julho, ainda participaram, como palestrantes, no curso para agentes da Patrulha Escolar, da Guarda Municipal de Contagem.

DEPOIMENTOS DE PROFESSORAS

Professora Iolanda Bertolin 

"A equipe que forma a guarda municipal da nossa cidade nos acolheu prontamente em seu espaço de trabalho. A apresentação do trabalho que realizam foi de grande importância para as crianças, pois possibilitaram a aproximação dos nossos alunos à realidade das funções da guarda. Além disso, permitiram momentos de aprendizado e cidadania como o asteamento da bandeira e a apresentação dos cães preparados por eles para atuarem junto à população". 

Professora Eliane Rocha 

"O trabalho realizado pela Ronda Escolar da Guarda Municipal encantou nossos alunos da E.E.Adelaide Bias Fortes e muito nos emocionou. Além de conhecer o trabalho puderam conhecer o projeto realizado junto à comunidade e vivenciar atividades por lá realizadas. Agradecemos a Guarda nas pessoas do Peixoto e Carlos Dias". 

Professora Carla Silva 

"Gostei muito da parceria com a Guarda Municipal. Os alunos e nos tivemos a oportunidade de maior interação e conhecimento com a entidade que ate então era reconhecida somente na rede municipal. Agradecemos muito o acolhimento e receptividade e esperamos que no próximo ano esta se repita ainda mais instrutiva, dinâmica e participativa". 
                                       

Ronda Escolar da Guarda Municipal de Barbacena 

“Trabalhando em Prol da Cidadania”